ACONTECEU

YAMANDU COSTA, EDU RIBEIRO E THIAGO ESPÍRITO SANTO

Estação Jazz

29 de novembro de 2019

A partir de sua vitória no “Prêmio Visa” em 2001, que o lançou para o mundo, Yamandu Costa se juntou ao contrabaixista Thiago Espirito Santo e ao baterista Edu Ribeiro, formando o trio que ficou conhecido como a melhor formação dos trabalhos do violonista até hoje. Nessa formação, fizeram duas turnês mundiais, gravaram CD e DVD ao vivo no Brasil, o DVD Música do Brasil (em que ganharam o reforço de Armandinho Macedo, Robertinho Silva e Rogério Caetano) e um DVD ao vivo em Tóquio, intitulado “Tokyo Sessions”. Com um apanhado de composições de nomes sagrados como Tom Jobim, Baden Powell, Vinícius de Moraes, Guinha Ramirez, Garoto e do próprio Yamandu, a obra se tornou uma referência da música internacional.

 

Desde então, cada um seguiu sua carreira solo. Thiago Espirito Santo lançou e produziu vários discos, tendo sido indicado ao Grammy Latino pela sua produção do álbum “Forró Chorado”, de Oswaldinho do Acordeon. Vêm recebendo destaque no Brasil e no exterior, principalmente pelo seu mais recente trabalho, “Pra te Fazer Sonhar”. Edu Ribeiro formou, com Paulo Paulelli e Fábio Torres, o Trio Corrente, com quem ganhou um Grammy Award e um Grammy Latino pelo álbum “Songs for Maura”, com a participação de Paquito D’Rivera. Após mais de 10 anos da última apresentação juntos, o trio se reúne para um encontro histórico, no dia 29 de novembro, no Teatro Opus, em São Paulo. Clássicos do repertório interpretado por eles, mais de uma década atrás, estão presentes nesse show, que é uma celebração da música e da amizade compartilhadas entre eles. Imperdível!

 

PROJETO ESTAÇÃO JAZZ


A iniciativa é destinada aos fãs de boa música instrumental e reúne grandes nomes da música popular brasileira em shows especialmente montados para o Estação Jazz. As próximas exibições serão com Yamandu Costa, Thiago Espirito Santo e Edu Ribeiro (no espetáculo 10 anos depois) e a terceira e última apresentação esse ano contará com João Bosco e Hamilton de Holanda (no show eu vou pro samba). Além da alta qualidade musical, 10% dos ingressos serão destinados a pessoas em situação de vulnerabilidade social com a finalidade de promover democratização de acesso à cultura. Uma parte dos ingressos, 20% de todos os setores, estarão à venda a preços populares.

 

DEMOCRATIZAÇÃO DE ACESSO E ACESSIBILIDADE  


O projeto Estação Jazz terá 10% dos ingressos de todos os seus shows destinados a pessoas em situação de vulnerabilidade social com a finalidade de promover democratização de acesso à cultura. Uma parte dos ingressos, 20% de todos os setores, estarão à venda a preços populares. Além disso, serão realizadas Experiências Táteis para pessoas com deficiência visual. Nesta atividade os participantes poderão conhecer de perto os instrumentos utilizados no show e entender seu funcionamento, tocando neles com suas mãos, percebendo seu formato, peso e material. As vagas são limitadas. Mais informações pelo Whatsapp (51) 996233090. 

AGENDA

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber nossa newsletter e participar de promoções.

NOME:

EMAIL:

REDES SOCIAIS

ALVARÁ

ALVARÁ DE AUTORIZAÇÃO DO EVENTO
Nº 2016/0.239.503.5 - EM PROCESSO DE RENOVAÇÃO
CAPACIDADE MÁXIMA: 751 PESSOAS
AVCB Nº 397400 - VALIDADE: 18/02/2022